junho 24, 2012

Hoya carnosa

Está na família há pelo menos uns 40 anos. Cá em casa dá muitas flores várias vezes durante o Verão, mas as poucas folhas que tem são mirradas e amareladas. Em casa dos meus pais dá umas folhas verde-escuras lindas, mas nunca floriu. Em casa da minha avó era perfeita.
Hoya carnosa
Hoya carnosa
Hoya carnosa
<i>Hoya carnosa</i>
Repararam no título? Sempre que possível, o nome científico das espécies deve ser escrito assim: em itálico, com a primeira palavra (o nome do género) com letra maiúscula, e a segunda (o restritivo específico) com letra minúscula. As regras da nomenclatura científica dos seres vivos obdecem a um código muito rigoroso, que é constantemente maltratado pela imprensa, pelos fabricantes de champôs e cosméticos, pelos embaladores de pescado, etc. Escrever Hoya carnosa, Hoya Carnosa ou hoya carnosa é como dar erros ortográficos. Feio.

15 comentários:

  1. Independentemente da nomenclatura é uma planta maravilhosa.
    Boa semana

    ResponderEliminar
  2. Joana,
    estamos sempre a aprender....não sabia desse pormenor...
    é verdade: todos é que sabem tudo...
    A flor é muito bonita....
    Não conhecia...

    abraços de MF

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que servi para alguma coisa :-)

      Eliminar
  3. Há pessoas que têm esse dom...eu chamava à casa da minha mãe o "hospital das plantas". As orquídeas floriam constantemente nas situações mais improváveis, do tipo: vaso baço cheio de terra; janela pequena virada a norte e ainda as regava pela parte de cima do vaso, em vez de colocar a água no prato...não podiam era estar sozinhas...."as plantas não gostam!"! Que bom que a tua Hoya carnosa continua a dar flores tão lindas! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As orquídeas cá de casa (já são 11) estão todas há meses em flor, Cataguina. Já nem me lembrava da cor de muitas delas :-)

      Eliminar
  4. A minha também começou agora a florir! São delicadas e perfeitas estas pequenas flores! :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E fugazes... as minhas só costumam durar uns dias. Mas passado algum tempo lá vêm elas outra vez :-)

      Eliminar
  5. A minha avó materna também tem uma planta dessas, as flores são tão, mas tão bonitas! E tão macias!

    guida

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens de levar um ranquinho contigo, Guida. Pega muito bem, não sei é se gosta de climas mais agrestes.

      Eliminar
  6. Joana, este Algarve é diferente. É o Algarve dos grandes sossegos, das noites de lua silenciosa. É o meu Algarve, mas se quiseres, eu ensino-te.

    Viste o que aconteceu às minha plantas de varanda?
    Mas as de dentro estão pujantes.
    Acho , dizem, que tenho dedo verde. As minhas orquídeas, parem de 9 em 9 meses. Nesta fase estão em declínio depois de 4 ou 5 meses de florescência. É um desafio empolgante.
    Beijo

    ResponderEliminar
  7. Que lindas essas flores! Muito delicadas!
    Obrigada pela visitinha Joana, volte sempre no meu bloguinho!
    beijinhos :)

    ps: ah, e estou te seguindo aqui tá? :)

    ResponderEliminar
  8. Essa trepadeira é uma pequena maravilha, já a tive por vários anos, várias vezes, dá-se bem em África, nas Ilhas, na Europa do Sul.
    Minha mãe chamava-lhe «Flor de Cera». É muito frágil quando de início se parte o olhinho que cresce, demora tempo a produzir outro, mas quando dá flor é uma beleza só.
    Sobre as flores posso garantir: precisam de companhia para se mostrarem floridas e bonitas - talvez a respiração, o calor, o odor das pessoas, afinal são seres vivos.

    ResponderEliminar